Fome

ea23770f-7c95-4f5c-be9e-f18f40c9d400

Hoje vaguei pelas ruas vazias a sua procura. Pela noite adentro iluminada pela lua, segui por ruas e becos, desviando de gatos e sacos de lixo. Ocultando-me nas sombras, observei o movimento dos andarilhos noturnos. Não te encontrei e nem poderia. Um cheiro de cigarro me atraiu, me fazendo suspirar fundo. Não era seu e nem poderia, afinal, nem fumar você fuma. Caminhei mais um pouco, me equilibrando no meio fio com a brisa leve da noite bagunçando meus cabelos. Com mãos leves tirei as mechas de cabelo do rosto, sem parar com meus passos silenciosos. Parei então sob uma ponte, observando o vazio da avenida abaixo. Mais cedo, havia muitos carros que quase não se podia ver o asfalto, mas àquela hora, não havia ninguém.

Senti fome. A mesma fome que me fez sair à noite à sua procura. Continuei a caminhar até voltar para minha casa. Abri a janela de modo que o luar pudesse iluminar o ambiente com sua luz tênue e delicada. Sentei-me no chão e com o celular observei suas fotos. A linha leve do rosto, a curvatura dos ombros, e os seus olhos inebriantes.

Minha fome era maior, e meus instintos selvagens. E só você poderia saciá-la. Fui até a janela novamente, olhei a rua escura e ouvi um cachorro uivando. Libertei-me da forma mortal e voei pela noite, até a sua casa. Sua janela não estava totalmente fechada, então abri com cuidado para não te acordar e comecei a observar seu sono.

Sua respiração tranquila, sua feição de paz. Totalmente vulnerável, totalmente a mercê de qualquer um que pudesse estar ali naquele momento. Seus olhos fechados ocultavam a cor de mel, escura à noite e totalmente clara durante o dia. Um anjo, inocente e sozinho, dormindo calmamente.

Poderia te observar até o amanhecer, mas eu estava com fome. Poderia te poupar, mas minha vontade era maior. Tive todo o tempo do mundo para guardar suas lembranças, e o seu jeito, agora era a minha hora de me saciar.

Subi sobre você com cuidado, pois queria prolongar o momento. Com o rosto perto do seu, senti sua respiração em meu pescoço, e respirei fundo para que sentisse a minha também. Distrai-me e então quando olhei para o seu rosto, seus olhos me encaravam sem qualquer surpresa. Tentei sair e te atacar, mas seus braços já me envolviam e fui tomada por seus lábios em um beijo ardente. Você sabia que aquela seria a última noite, então procurou aproveitar da melhor forma.

Explorando seu corpo, sentia seus arrepios a cada toque, principalmente quando minhas unhas arranhavam levemente a sua pele. Você mordia meus ombros com delicadeza, e puxava meus cabelos pela nuca com um toque único e forte. Peguei então seu braço, e mordi seu pulso. Seu sangue começou a jorrar e me deliciei com aquele néctar dos deuses.

Minha fome só aumentava, me fazendo ficar mais ansiosa e desesperada. Entreguei-me completamente a você e depois de te saciar, foi a minha vez de ficar satisfeita. Comecei pelos olhos, que me encaravam enxergando o mais fundo de minha alma vazia. Os mesmo olhos que já haviam visto tantas histórias. Os mesmo olhos que me encararam pela primeira vez, e não se perdeu dos meus nunca mais. Depois abri seu peito, separando as costelas para tirar seu coração. Seu corpo ainda quente fazia o sangue jorrar por toda parte e com cuidado, recolhia boa parte dele em minha taça. Aquele sangue mais doce que um vinho envelhecido, que agora a pouco fervia de prazer, saciava por fim a minha sede. Seu coração eu guardei com cuidado em uma caixa com seu nome, o mesmo coração que você outrora me prometera. Agora ele era meu, para todo o sempre. Suas vísceras, sua carne e sua pele, saciaram então, por completo a minha fome pelo seu ser. Enfim saciada, e com o nascer do sol era hora de retornar a forma mortal e começar uma nova caçada. Era preciso um novo voo para buscar um novo você, para buscar novos olhos cor de mel. Uma nova caçada, para saciar a fome que em breve voltará.

juhliana_lopes 24-03-2016

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s