Vozes

mulher-em-camisa-de-forca-43461

As vozes não param de me chamar e mais uma noite estou aqui neste quarto. Não sei que dia é hoje, mas sei quando anoitece, pois eles desligam as luzes me deixando na mais completa escuridão. São várias toda hora, me chamando, me insultando, clamando, chorando, pedindo, exaltando, gritando, cantando, e me enchendo.

Toda vez que vou ao refeitório, ou ao banho de sol, ou mesmo quando vou à sala de visitas, esperar alguém que nunca vêm, elas estão lá, e toda vez que retorno a minha fortaleza da solidão, uma nova voz está cutucando meu ouvido.

Algumas eu reconheço, como as dos enfermeiros, e dos médicos me dizendo “Bom dia, você está com uma cara ótima hoje”. Bom dia, bom dia, bom dia, bom dia, bom dia, bom dia… Várias e várias vezes pela manhã acordo antes da luz se acender com minha mente me desejando um bom dia.

Algumas são de pessoas que conviveram comigo lá fora, pessoas que eram meus amigos, que eram conhecidos, e que um dia fizeram algum tipo de diferença na minha vida. Pessoas que me ofenderam, pessoas que sumiram, e pessoas que eu matei. Não faça isso, não faça aquilo, não faça isso, não faça aquilo, não faça isso, não faça aquilo… Por favor, pare, eu imploro, por favor, pare, eu imploro, POR FAVOR, PARE! EU IMPLORO!

Você pode achar que vivo atormentada por elas, e que minha vida é um inferno. Você pode achar que viver onde eu vivo seria demais para qualquer pessoa e que seria melhor dar conta da minha vida. Você poderia achar ainda que deveriam me manter dopada para que minha mente tivesse um pouco de paz.

Você pode me aconselhar ainda procurar um tratamento de choque, e remédios controlados para que eu possa tentar conviver com pessoas “normais”, e levar uma vida saudável. Quem sabe ainda me dizer que eu devia tomar uma atitude e esquecer esse negócio de vozes, arrumar um emprego e ocupar a mente para que elas possam ir embora. E porque não, você me diria para tentar uma lobotomia e me livrar de tudo isso de uma vez?

Mas eu te digo que nada é tão ruim, que não possa ser pior. É realmente horrível viver com isso 24h por dia, e pior ainda ter uma memória infinita que guarda cada nova voz e faz ela se repetir por meses a fio. Porém, há uma voz que aparece que me faz ficar bem em meio a tantas que me atormentam. Uma voz q me faz delirar em devaneios tolos, e sonhos perdidos.

Uma voz, que tem gosto e cheiro, uma voz que trás boas coisas. Quando a ouço, sinto gosto de café e sinto cheiro de chuva. Uma voz que quando ouço me dá arrepios e uma vontade de buscar um prazer que jamais iria suprir os meus desejos. Aquela voz que me domina e poderia me levar às alturas. A voz de alguém que vejo todos os dias, mas não posso tocar, pois uma grade nos separa.

Alguém do passado que assim como eu, enlouqueceu (ou será que finalmente ficou são). Alguém que entre juras e promessas, entre as alegrias dos sonhos e a tristeza do realismo, se jogou num abismo de pensamentos e resolveu se perder. Alguém que guardei na lembrança e sei que também me guardou. Alguém que um dia eu prometi que estaria sempre dentro de mim.

Eu te amo, eu te amo, eu te amo, eu te amo, eu te amo, a voz diz. Sinto sua falta, eu respondo. De longe, nossos olhos se encontram, e mesmo sem nem abrir a boca, um sabe o que o outro está pensando. De longe, presos nesse hospício, separados por gênero, esperamos o dia em que vamos poder nos abraçar novamente.

Enquanto isso, em meio a tantas vozes, em meio a tanta confusão, você se tornou uma voz. A voz que eu faço questão de ouvir todos os dias. A voz que me guia e me alegra. A voz que me permite sonhar e dormir no aconchego do meu travesseiro velho. A voz que eu ouvirei até o fim dos meus dias.

 

/juhliana_lopes 26-01-2015

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s